segunda-feira, 25 de junho de 2012

PLANO DE EVANGELIZAÇÃO PESSOAL: O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O PERDÃO DE DEUS.

Todos estamos afastados de Deus por causa do pecado
Isaias 59:1-15
Romanos 3:9-20; 5:12-21; 7:14-25
Eclesiastes 7:20


Deus sempre buscou um relacionamento mais
próximo com a humanidade
Êxodo 19:3b-8
Jeremias 31:31-34
Isaías 54:1-10
1 Pedro 1:1-10
1 João 3:1-10

Deus pessoalmente fez contato conosco ao enviar seu
Filho Jesus Cristo
Colossenses 1:15-23
Romanos 5:1-11
1 Pedro 2:9-25
João 3:1-21
2 Timóteo 1:3-14
Efésios 2:1-10


O perdão de Deus, através de seu Filho Jesus Cristo,
está ao alcance de todos.
Salmo 51:1-17
1 João 1:5-10
Salmo 32
Romanos 3:21-26; 8:31-39; 10:5-15



 
Vivemos a nova vida em Cristo quando vivemos como ele viveu

Romanos 6:1-14; 12:1-21
Mateus 20:20-28
Efésios 4:17-32
Gálatas 5:16-26
1 João 4:7-21


http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br/
Adaptado da Bíblia Sagrada Fonte de Bênçãos
Sociedade Bíblica do Brasil
Clik no Limk Abaixo

quarta-feira, 20 de junho de 2012

E quando já não temos forças?

II Coríntios 4:16-18 – “Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”.
Introdução:
As lutas e tribulações que enfrentamos no nosso dia a dia, de certa forma vão minando a nossa fé e sufocando a ponto de deixa-nos vulneráveis aos ataques dos inimigos. Jesus já nos alertava sobre essas cousas como podemos ver na parábola do semeador em Mateus 13:21-22. Quando lemos: “Chegada a angustia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza... Mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas, sufocam a palavra e fica infrutífera”. Amados o que fazer diante de eventos que acontece na trajetória de nossa vida, que vem para tirar a nossa paz. O propósito dessa mensagem é para que venhamos ter ânimo novo para suportarmos as lutas até chegar o dia do Senhor. Mas para isso o que necessitamos?
I- SER UMA BOA TERRA. (Mat. 13:23). Quando olhamos em nosso quintal e procuramos um bom lugar para colocar uma semente, procuramos uma terra que seja receptiva àquela semente. O Salmo 1 nos dá uma boa ideia do que seja isto. Salmos 1:1-3: “BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará”. Sim, temos que ser uma boa terra receptiva e regada pela água que é a palavra de Deus. Isto implica em estarmos atentos para que não venhamos fazer como o jovem Êutico em atos 20:9, que dormiu na hora da mensagem de Paulo, caiu em um sono profundo e perdeu a sua vida. Amados isso nos traz uma ilustração espiritual de que não devemos está no sono, mais acordados e atentos para não sermos tragados pelas lutas e ardis de satanás.
2- Dar fruto.(Mat. 13:23). Dar fruto é uma característica do verdadeiro cristão, isso não o impede de passa por tribulações que são na verdade um processo de poda de Deus para que ele venha a dar mais frutos ainda. (Jo 15:2). Uma árvore frutífera de tempos em tempos têm que passar por um processo de poda, onde se tira os galhos secos, as folhas velhas, em fim tudo aquilo que esteja minando sua energia, e impedindo aquela planta de produzir um fruto melhor. Se estivermos nos sentido cansados, sufocados, desanimados em nossa vida cristã, é necessário passamos por uma poda e atentarmos para a nossa vida, identificando onde estão os galhos secos, as folhas velhas para os retirarmos. Em fim, tudo aquilo que esteja minando a nossa energia espiritual. Pecados, falta de perdão, magoas, tudo o que entristece o Espírito Santo. É hora de uma podagem. Deus quer que os seus filhos deem frutos. Para que? Para que o mundo veja Jesus Cristo se manifestando em nós. (2Co 4:8-10). Quando esse processo passar e você permanecer fiel ao seu Deus, pode crer que a sua vida vai está no ponto para o Senhor a usar como Ele queira, você vai ser um canal de benção para outras pessoas que precisam do Senhor.
3- Raízes profundas, Firmeza. Jeremias 17:8 “Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto”. Toda a estrutura de uma árvore esta firmada em suas raízes, se as suas raízes estão firmadas e em local onde lhes favoreçam um bom crescimento e aprofundamento, mas forte é a árvore, o que produz a queda de uma árvore é justamente quando suas raízes estão apodrecendo, quando vêm as chuvas torrenciais e os vendavais ela não resiste, por suas raízes estarem doentes e acabam tombando e morrendo. E na nossa vida não é diferente amados devemos ter raízes sadias e profundas para resistir as lutas quando elas vierem a nossa porta, lembro-me do meu primeiro pastor Ezequias Bonfim, que sempre dizia que as provações faz parte da vida do crente e crente que não passa por provações, algo está errado na vida dele, é preciso fazer uma introspectiva, olhar para dentro de si, e servir ao Senhor como Ele quer que o sigamos. Quando eu era criança lembro-me que em João Pessoa na praia do Cabo Branco, existiam ali muito coqueirais, eu me admirava com a aquelas árvores que muitas ficavam envergadas mais não caiam, enquanto outar caiam de tal forma que dava para ver sua raízes fora da terra. Hoje não existem tantos coqueirais na praia de Cabo Branco tal como existia antigamente, mais até hoje os coqueirais que resistiram ao tempo são aqueles que tiveram suas raízes plantadas em lugar favorável e profundas. Devemos busca para a nossa vida espiritual um crescimento, principalmente no que diz respeito à comunhão e a intimidade com Deus, somente assim é que vamos nos sentir mais fortes e a nossa fé será inabalável, experiência com Deus é o que eu sempre digo, quando passamos por essas experiências sabemos que Deus está ali conosco, mesmo que tudo aparentemente diga que não, e que a tormenta logo vai passar, e no final nos regozijaremos ao ver o quanto o nosso Deus é fiel.
Conclusão:
Amados, eu conheço pastores que em seu ministério, nunca expulsaram um demônio, nunca foram usados por Deus para curar um enfermo, que em suas vidas Deus nunca se revelou para Ele através de algum sinal, (Marcos 16:17 “E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas...”) e ainda são orgulhosos . E no seu orgulho fica tentando dar uma justificativa teológica para a sua incredulidade. Porque preferem perder oras na internet, interagindo nos e-mail ou em sites de relacionamento do que passar tempo orando buscando a unção que vem do alto, não perdem uma conferência, um curso de capacitação ministerial, uma palestra de algum homem famoso como se isso fosse enchê-los do Espírito de Deus. E é por esse motivo que vemos um evangelho tão fugaz, quando não é a incredulidade extrema é a insensatez demasiada que exalta mais o pregador ou a igreja do que a Deus. Isso tem gerado cristãos efêmeros, consumistas, adaptados ao sistema capitalista, onde a bíblia é que tem que se enquadrar nele e não ele a bíblia. Fica difícil uma árvore permanecer de pé se no lugar de adubo colocar veneno, é preciso acordar para vivenciarmos um evangelho verdadeiro, como Lutero dizia “não precisamos de mediadores”, se for para sermos visto apenas como uma fonte de lucro, não tem sentido o evangelho, acordem e busquem a Deus em Espirito e Verdade, daí vocês irão ver o quanto Deus é Real, o quanto Ele se importa com você, dai você ira dizer como um dia disse Jó: “Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te veem os meus olhos”. (Jó 42:5).

Autor: Irmão Jáder de Souza.
Fonte: http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br
Fone: 083-8825.2244