Litecoin Mineradora:

Litecoin Miner - Mine and Earn free Litecoin

domingo, 30 de março de 2014

O deus da copa pede mais um sacrifício.


Fonte:www.veja.abril.com.br

“Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam dele. E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação”. (Lucas 16:13-15)

Neste sábado fiquei muito triste em saber da morte do senhor Fábio Hamilton da Cruz, operário na construção do estádio Itaquerão, arena do Coríntias, com essa, somam-se oito o número de vítimas que morreram na construção dos estádios da Copa do Mundo de Futebol no Brasil. Nos bastidores o desespero do comitê organizador é geral, e isso já está patente, pois todos já podem ver o resultado de um evento malplanejado, Queriam fazer a maior copa e estão fazendo a maior M.... Esse é o retrato do Brasil de uma política de caráter eleitoreiro, que só investe em cima da hora, quando deveriam está investindo a longo prazo, nos aeroportos que não é de hoje que apresentam problemas, na educação que só se preocupa com a formação parcial e limitada, produzindo profissionais desqualificados. Pois é, a cultura no nosso país é, “vamos mascara um lado e vender o produto”, é o famoso “jeitinho brasileiro”, daqui a alguns dias vai está tudo lindo, a copa vai está acontecendo, os políticos estarão se promovendo para mais uma eleição que vem chegando e os oprimidos, os trabalhadores, os operários aqueles que realmente é quem estão bancando por essa copa, são esses a quem falta o atendimento médico, o emprego, são esses que estão abandonados na sarjeta e que a situação de suas vidas os levam a marginalização, esses que se acabam no crack, no crime, nas drogas, são esses que estão sendo sempre sacrificados a Mamon (O deus do capitalismo) todos os dias, que escutamos nos noticiários, para a manutenção do sistema onde só os ricos e poderosos são os verdadeiros beneficiados. O grande sacerdote Joseph Blatter, lamenta por mais uma morte na construção de seus estádios padrão Fifa, “mas infelizmente as obras não podem parar”. “Vamos tocando a bola”, “Empurrando com a barriga”, “tá valendo”, o que importa é que a bola entre e balance a rede. “O povo esquece rápido, o oprimido esquece”. Todos apostam na falta de consciência política do nosso povo, afinal de contas isso já é bem planejado em nosso país. Quantos mais morrerão? não digo nos estádios da copa, mas nas esquinas da vida, há poucas horas antes de escrever esse texto, estava ouvindo o barulho de tiros no meu bairro, amanhã alguém bem pertinho de mim será notícia, você percebe o que eu estou a lhe dizer, estamos preste a ser mais um como o Fábio só que vítima da violência que nos cerca, do abandono, do descaso e quando pintar o desespero das autoridades, sacrificam-se os pobres para aplacar a fúria de Mamon o deus do capitalismo, que sustenta esse sistema explorador.

Autor: Irmão Jáder de Souza
Fone: (083) 8825-2244
Fonte: 
http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br