domingo, 22 de fevereiro de 2015

Princípios para uma interpretação sincera da Bíblia


Texto Áureo:
Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5:39).
Textos para exame: Atos 17:10-12; Romanos 15:4-7; 1 Coríntios 2:13; 2 Timóteo 3:14-17; 2Pe 1:20; 2Pedro 3:14-18.
INTRODUÇÃO:
            A bíblia não é de particular interpretação (2Pe 1:20), porém todos aqueles que desejam lê-la e interpretá-la, devem seguir princípios que são regidos pela hermenêutica, ciência responsável pela interpretação de textos, esses princípios seguem alguns critérios que nos auxiliarão a fazer uma interpretação sincera dos textos sagrados. Quando se fixam estas verdades acerca dos propósitos da revelação escriturística, se estabelece, por consequência, o fato de que uma correta interpretação da Bíblia é tão importante quanto sua mensagem. Nesta lição aprenderemos algumas dicas para um bom exame das escrituras, levando em conta regras básicas que capacitará o leitor a entender com mais precisão os textos sagrados.
Duas Palavras Importantes: Exegese e Eisegese
            O termo exegese deriva-se de uma palavra grega que significa “conduzir para fora” e eisegese de um vocábulo que significa “conduzir para dentro”. Assim, a exegese é o senso de ir até o texto a fim de extrair o seu sentido e “trazer para fora” a interpretação correta. Por outro lado, a eisegese ocorre quando a pessoa aborda o texto com preconceitos e torce a mensagem da bíblia, extraindo dela um sentido que o estudante deseja de antemão.
            Resumindo: a exegese ocorre se a aplicação provem genuinamente de texto e a eisegese é a aplicação artificialmente imposta sobre o texto. Exemplo: Recentemente foi noticiado em uma reportagem uma igreja que inclui a manipulação de serpentes e ingestão de veneno como parte do culto. Os membros achavam que essas práticas podiam aumentar sua fé, e declaravam se basear na promessa que Cristo fez no sentido de proteger os seus de tais coisas. O texto usado por eles é (Marcos 16:18).

Se não houver diretrizes gerais para a interpretação apropriada, a bíblia refletirá os corações dos homens, mas não os transformará.

Algumas dicas Básicas para uma boa interpretação das Escrituras:
I. A Bíblia é sua melhor interprete: A escritura explica melhor a escritura. (Isaías 8:20). Este é um princípio que vem da reforma. Compare escritura com escritura.  A melhor forma de iluminarmos alguns textos bíblicos e comparando textos entre si. (Mt. 16:18) cf (At.4:11; Ef. 2:20; 1Co 10:4; 1Pe 2:4; Mt 21:42 ).

II. Leia a passagem dentro de seu contexto: Contexto é a parte que vem antes e depois do texto. Diz-se que não se deve interpretar um texto sem o auxílio do contexto, para não se fazer um pretexto. Exemplo: Isaías 41:6.
III. Leia os Textos Paralelos: Um texto deve ser auxiliado na sua interpretação utilizando o mesmo assunto que ocorre em outras partes das escrituras sagradas. Exemplo: (João 19:18, Marcos 15:27; Mateus 27:38 e Lucas 23:39-43).
IV. Analisar o contexto histórico e cultural do texto: Os diferentes autores da bíblia viveram em tempos, culturas, situações sociais e regiões diferentes, portanto esses fatores devem ser levados em consideração para que seja feita uma aplicação coerente para os dias de hoje. Exemplo: (João 4:9; Marcos 10:47).

V. Analisar diversas Versões e Traduções da Bíblia: Analisando diversas traduções da bíblia o leitor poderá encontra entendimento para algum texto que esteja obscuro, também poderá consultar um comentário bíblico que o ajudará muito nas questões das línguas originais. Exemplos:Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário”. Salmos 51:12 (Bíblia ACF);
“Restituí-me a alegria da salvação, e sustentai-me com uma vontade generosa”. Salmos 51:12 (Bíblia Católica);
“Vuélveme el gozo de tu salud; Y el espíritu libre me sustente”. Salmos 51:12 (Bíblia em Espanhol Reina valera);
“Restore unto me the joy of thy salvation;( Restitui-me a alegria da tua salvação) and uphold me (e me defender) {with thy} (com o teu) free spirit (Espirito Livre). Salmos 51:12 (Bíblia King James).
Conclusão: Diante de tudo que foi visto, podemos concluir que para fazer uma interpretação sincera da bíblia é mister que o leitor sagrado tenha um pressuposto determinante em sua vida que é crer em Deus e crer na inerrância das escrituras, ter uma vida de oração e esforça-se sempre na diligência para com a leitura da palavra de Deus.
“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”. 2 Timóteo 3:16-17
Autor: Jáder de Souza. E-mail: lerapalavraviva@gmail.com
Referências:
http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br
https://www.bibliaonline.com.br/acf

Nenhum comentário:

Postar um comentário